Monday, February 07, 2005

O Teu Silêncio


"Hoje gostava de me fragmentar em milhares de partículas e dissolver-me no ar, nos raios de sol, nas estrelas, nas plantas, nos animais...E em ti...Gostava de entrar na Alma de cada um e sentir os seus sentimentos e desejos, sentir as suas alegrias e tristezas. Gostava de me perder em cada um deles como se estivesse num labirinto e diluir-me na sua essência...Prolongar essa essência até ao infinito para nunca mais encontrar a saída...Para nunca mais me conhecer...Ser apenas uma partícula...Sem sentimentos ou desejos...Apenas sentir e desejar o que o ar, as estrelas, as plantas, os animais e tu sentem e desejam...Hoje sou o ar que respiras, os raios de sol que te aquecem, as plantas que te alimentam e os animais que te fazem companhia...Sou o teu "Eu"...E o seu silêncio..."

Autor do Poema: Luís Costa